OBRIGADO,
PADRE WERENFRIED!
  Centenário

Nota de apresentação

A celebração de uma missa, no dia 17 de Janeiro, na Igreja de Santa Joana Princesa, em Lisboa, assinala o arranque das comemorações oficiais em Portugal do centenário do nascimento do Padre Werenfried van Straaten, o fundador da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), instituição que o Papa Bento XVI elevou no ano passado à condição de Fundação Pontifícia.

A obra do Padre Werenfried van Straaten, conhecido como o “padre toucinho”, começou nos escombros da II Guerra Mundial, lançando uma enorme operação de recolha de bens essenciais para acudir os milhões de alemães que vagueavam perdidos pelo Velho Continente – daí o epíteto de padre toucinho, pois ficou lendária a quantidade de toucinho fumado que conseguiu reunir.

Porém, a pedido do Santo Padre, a AIS depressa ultrapassou fronteiras para acudir os cristãos perseguidos na Europa Oriental, Ásia, América Latina e África, num total de cerca de 140 países, sempre sublinhando, tal como no princípio, na ajuda aos antigos inimigos, que nunca haverá paz sem reconciliação.

O Cardeal Mauro Piacenza, Prefeito da Congregação do Clero, a propósito da celebração deste centenário, numa carta enviada aos vários secretariados da Fundação AIS, destacou o trabalho e a tenacidade do Padre Werenfried, sublinhando que, para ele, “qualquer desejo do Santo Padre era uma ordem”, e que procurava “levar conforto aos que sofrem, secando as suas lágrimas”.

O Cardeal fez questão de recordar que ao longo da sua vida, o Padre Werenfried van Straaten “via o serviço aos mais pobres como uma acção sacramental”, nunca esquecendo, nas suas pregações, de dizer que não há salvação quando se ignora o próximo, as suas dificuldades.

D. Mauro Piacenza, nesta carta dirigida a todos os membros e benfeitores da Fundação AIS, lembra que a obra do Padre Werenfried nos implica a todos na oração e a uma vida mais autêntica. “Precisamos de nos tornar mais pobres, mais genuínos e menos interessados nas nossas próprias palavras, pensamentos, sentimentos e acções, para que, através de nós… Deus possa realizar as suas próprias obras”.

Tal como em Portugal, cada um dos 17 secretariados da Fundação AIS irão desenvolver ao longo deste ano um conjunto vasto de iniciativas para se assinalar o centenário do nascimento do Padre Werenfried van Straten. A nível internacional, o ponto alto destas comemorações será a peregrinação conjunta de todos os secretariados e benfeitores a Roma, no início do mês de Outubro.