OBRIGADO,
PADRE WERENFRIED!
  Centenário

O Momento

No dia 14 de Setembro de 1967 o P. Werenfried consagra a AIS a Nª Sra. de Fátima.

O P. Werenfried, em contacto com populações do Oriente e do Ocidente, deu-se conta como o coração da Mãe de Deus encontrara espaço em inúmeras populações; era uma nova referência de esperança e fonte de tanta consolação. Finalmente o P. Werenfried consagra a Obra a Nossa Senhora do Rosário de Fátima. No acto singular de consagração a todos pediu sacrifício, penitência e conversão; pediu de igual modo orações pela Rússia, pela Igreja perseguida e pela paz no mundo.

  Padre Werenfried



A consagração teve um enquadramento especial; escolheu-se o mês de Setembro de 1967; a peregrinação da Obra Ajuda à Igreja que Sofre.

O dia 14 de Setembro foi o ponto alto da peregrinação organizada pelo P. Werenfried; nesse dia de manhã, na Basílica, houve uma Eucaristia solene presidida pelo cardeal José Beran; encarregou-se da homilia o P. Werenfried; fez-se, então, a consagração a Nossa Senhora. Na parte da tarde, muitos foram os que assistiram no auditório da sede do Exército Azul à conferência proferida pelo P. Werenfried; seguiram-se testemunhos e depoimentos de vários sacerdotes refugiados oriundos dos países de Leste.

  Padre Werenfried


Foi o inesquecível dia 14 de Setembro o ponto de chegada dum longo percurso onde a figura singular de Maria sempre ocupara um lugar de destaque na espiritualidade do P. Werenfried e das muitas pessoas que a ele se associaram; após esse dia, partia-se com renovada convicção de ser caminho certo seguir os passos de Maria, Nossa Mãe. Ao longo dos últimos 40 anos, a inspiração e a protecção de Maria tem sido uma constante nos múltiplos trabalhos assumidos pela Obra Ajuda à Igreja que Sofre. No gesto efectuado pelo P. Werenfried, sentimo-nos todos consagrados e renovados. Como seguidores do nosso fundador, e com Maria, chegaremos a muitos dos nossos irmãos ainda afastados ou ausentes duma comensalidade legítima onde reine a fraterna humana a preceder as promessas duma eternidade feliz.